• Visitas

    • 8,814
  • Editorias

  • Notícias por data

  • Notícias

    agosto 2017
    S T Q Q S S D
    « fev    
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031  

O luxo tradicional das grifes internacionais

Les Rêves Byzantins - Versace

As luxuosas porcelanas e pratarias garantiram durante séculos o sucesso dos jantares e cerimônias da realeza. Hoje, os produtos que seguem essa linha clássica mantêm o estilo e a elegância mostrando que estão novamente em alta. Apesar de as peças contemporâneas terem conquistado espaço nos anos 1990, as grifes internacionais ainda apostam no tradicional, para compor e produzir linhas de alto glamour.

A coleção Rosental Versace, “Les Rêves Byzantins” é um exemplo de sofisticação na hora de compor a mesa. O jogo de jantar desenhado pela famosa estilista Donatella Versace, apresenta traços inspirados nas lendárias histórias do Sul da Ásia, “Mil e uma noites”, do século XVIII e estampam desenhos com temas barrocos mesclados aos símbolos icônicos da arte medieval da Arábia

Outro clássico é a linha Versace Home que estampa o desenho da Medusa Grega, símbolo da marca, e ainda animais asiáticos como o tigre e as mandalas indianas. A coleção é composta por roupões, pantufas, almofadas, guardanapos, toalhas de banho e mesa.

Segundo o consultor de tendências do Espaço Santa Helena, além das tradicionais louças, as pratarias neoclássicas também são sucesso entre os consumidores que preferem algo mais luxuoso. “Para os amantes do requinte e do bom gosto, nada melhor do que utilizar itens consagrados no período imperial. Sem dúvidas, traz ainda mais glamour a uma recepção. Além disso, almofadas e toalhas de mesa, também servem para tornar o ambiente ainda mais aconchegante”, ressalta.

Serviço

Espaço Santa Helena

Iguatemi Brasília – Piso Térreo – ao lado da Praça Central

Setor Habitações Individuais Norte SHIN Quadra CA 4 Lote A

Tel.: (61) 3468-4888

Verão no Espaço Santa Helena

O verão continua com força total e as cores estão por todas as partes: amarelo vibrante, laranja fluorescente, azul turquesa, verde água e Pink. Todas ganham destaque em roupas, maquiagens e peças de decoração. Seguindo essa tendência, o Espaço Santa Helena traz copos, bandejas, vasos, entre outros utensílios coloridos, para deixar os ambientes ainda mais atrativos.

Bomboniere

Para o consultor de tendências do Espaço Santa Helena, Renato Bernardo, as peças revestidas com cores vibrantes estão cada vez mais presentes na casa da mulher moderna, por serem objetos que dão vida ao espaço. “Esses produtos se tornaram sinônimo de alegria e descontração, proporcionando harmonia a qualquer ambiente. Por isso, buscamos inserir em nosso mix, produtos que se adequem a todas as situações e deixem a casa ainda mais iluminada”, garante Bernardo.

Um dos objetos mais cobiçados neste verão, no Espaço Santa Helena, é o minirefrigerador Brastemp que dá um toque sofisticado e descontraído à decoração. Além disso, produtos multifuncionais realçam a composição do ambiente, é o exemplo dos baldes importados Tubtrugs, em diversas cores e tamanhos, que podem ser usados como floreiras, baldes de gelo, porta objetos, entre outras coisas. A loja também oferece produtos em acrílico, em cores vibrantes que, por serem resistentes, são perfeitos para serem usados em áreas externas, como piscinas, churrasqueiras, varandas.

Aficionados por quadrinhos

Eles já estamparam camisetas, pijamas e diversas peças do vestuário. Mas, agora chegam para enfeitar as linhas de produtos para o lar. A onda das histórias em quadrinhos invadiu salas, cozinhas e até banheiros, e todas as peças já estão nas prateleiras do Espaço Santa Helena. A coleção traz artigos divertidos e estampa diversos personagens da história, o que de acordo com a gerente da loja, Lucilene Oliveira, virou sucesso entre crianças e adultos, e já são vendidas inclusive como presentes de casamento.

“A garotada ama ver seus personagens favoritos estampados em pratos e vasilhas, torna a refeição muito mais divertida. Mas são os adultos que mais comemoram a novidade, inclusive na hora de presentear os noivos”, relata.

Além de tornar o cotidiano mais divertido, a linha Comics dá um toque de bom humor a decoração e também pega carona na onda retro, que ainda é muito forte no segmento de produtos para o lar. As peças em acrílico estão à venda na loja do Espaço Santa Helena, no Iguatemi Brasília.

Desfile de moda inclusiva movimenta Senado Federal

VI Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência traz novo enfoque ao segmento fashion

A moda vai invadir o Salão Negro do Congresso Nacional no dia 7 de dezembro. Serão mais de 20 looks na passarela para mostrar que há um mercado ainda pouquíssimo explorado no Brasil: as mais de 25 milhões de pessoas com deficiência. A diferença está nos detalhes das peças: fechos com velcro, zíper em locais acessíveis e bordados em braile, entre outros. O evento, inédito em Brasília, faz parte da VI Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência, que será realizada entre os dias 7 e 9 de dezembro, no Senado Federal.

A ideia do desfile veio do Concurso de Moda Inclusiva, que acontece há dois anos em São Paulo, promovido pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Segundo a chefe do Cerimonial da Presidência do Senado Federal e coordenadora do programa Senado Inclusivo, Mônica de Araújo, estão vindo para a capital os looks ganhadores do concurso e alguns outros, que estão sendo criados especialmente para a data. “Queremos chamar a atenção da sociedade, mostrar que atitudes simples, como a produção de roupas adaptadas, podem colaborar não só com a inclusão, mas também no resgate da autoestima das pessoas com deficiência”, declara Mônica.

“No dia a dia, não conseguimos imaginar, mas vestir uma criança com paralisia cerebral pode levar quase uma hora sem a roupa adequada”, conta a estilista Leny Pereira, que acaba de lançar uma marca de moda inclusiva. Ela explica que foram cinco anos de estudos e observações até chegar aos modelos que permitem, por exemplo, que uma pessoa com deficiência consiga se vestir sozinha ou, em alguns casos, em menos tempo e com mais facilidade. Leny lembra ainda que a moda inclusiva vale até para casos em que a deficiência é temporária, como no caso de uma perna ou um braço quebrado.

Entre os looks que serão apresentados estão um casaco para deficientes visuais com tachinhas e costuras que demarcam as cores, vestido com bordados e costuras em relevos para crianças que não enxergam e calças com zíper nas laterais, adaptadas para cadeirantes.

A passarela também será adaptada para os modelos cadeirantes, com rampas de acesso e largura suficiente para que deficientes visuais possam entrar com cães-guias. A produção promete não ficar atrás de nenhum desfile do País. Segundo conta Mônica de Araújo, o Salão Negro receberá painéis de luzes LED, sonorização, passarela e tudo que uma apresentação fashion tem direito. “Queremos realmente criar o clima perfeito. Tudo está sendo preparado especialmente para esta noite”, ressalta a coordenadora.

Entre os destaques na passarela, o ex-jogador de futebol e deputado federal eleito, Romário de Souza Faria, vai desfilar com a filha Ivy. Os comentários estão sob responsabilidade da estilista Daniela Auler, coordenadora do Concurso de Moda Inclusiva, da Secretaria do Estado de São Paulo dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

O desfile será realizado na abertura do evento, no dia 7 de dezembro, no Salão Negro do Congresso, a partir das 19 horas. A entrada é gratuita, sujeita à lotação.

Destaques da programação – VI Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência

A abertura da Semana, no dia 7, será com as obras do renomado artista sergipano, Arthur Bispo do Rosário, com o tema “Obravida – Sonho e Realidade”.

No segundo dia de atividades, haverá a abertura do VI Fórum Senado Debate Brasil com o tema “Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência nos Planos Nacional e Internacional”. Em seguida, o capitão Nelson Leoni faz palestra sobre o livro “Haiti: uma lição de vida”. O militar, já aposentado devido a um grave acidente ocorrido durante a Missão de Paz do Brasil no Haiti, conta como sobreviveu a um tiro de fuzil.

No último dia, a agenda fica por conta dos balanços e conclusões obtidas durante o VI Fórum Senado Debate Brasil com apresentação dos atletas do Comitê Paraolímpico Brasileiro e com show das bandas “Toque Especial” e “Tribo de Jah”.

Todos os eventos têm entrada gratuita, sujeita à lotação.

Senado Federal promove VI Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência

Evento busca fomentar debates e incentivar ações para inclusão de pessoas com deficiência

O programa Senado Inclusivo, em parceria com diversas entidades e instituições, realiza entre os dias 7 e 9 de dezembro, a VI Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência, em Brasília. O objetivo do evento é provocar na sociedade discussões sobre o tema com o intuito de garantir melhor qualidade de vida e inclusão para todas as pessoas com alguma deficiência. O evento trará à capital, dentre outras exposições, obras confeccionadas pelo artista plástico Arthur Bispo do Rosário, desfile de moda  inclusiva, shows, lançamentos de livros, palestras e fóruns sobre inserção social.

No Brasil, de acordo com dados do Censo 2000, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 24,6 milhões de pessoas têm algum  tipo de deficiência seja desde o nascimento ou adquirida ao longo da vida. Os dados totalizam 14,5% da população nacional. Um número expressivo que vem gerando reflexões sobre formas de adaptação a essa nova realidade. “Atividades comuns como visitar o museu, ir ao cinema, pegar o ônibus, ler um livro, que acreditamos não terem dificuldade alguma, tornam-se difíceis e constrangedoras quando não adaptadas à realidade de pessoas com limitações físicas”, explica Mônica de Araújo, Chefe do Cerimonial da presidência do Senado Federal e coordenadora do programa Senado Inclusivo. Ela acrescenta que, desde 2002, o Senado Federal busca soluções para assegurar a essas pessoas  melhor qualidade de vida e espaço para que elas sejam inseridas nas atividades normais da sociedade.

Segundo o coordenador do evento, Aires Neves, cadeirante e ativista desta parcela da população, a primeira vitória que desencadeou as demais veio com a aprovação da Lei da Corde – 7.853, implantada em 1989, que assegura às pessoas com deficiência o exercício dos direitos individuais e sociais, igualdade, oportunidade, justiça social, respeito e dignidade entre tantos outros indicados na Constituição. Como essa, outras também foram obtidas, entre elas: a Lei das Cotas e a ratificação pelo Brasil da Convenção da ONU.

A segunda vitória veio com a Lei de Cotas – 8.213/91, implantada em 1999 pelo decreto 3.298, que garante adequação ambiental, reserva de vagas de emprego para pessoas com deficiência em empresas que possuam um quadro de funcionários igual ou superior a 100. “Elas devem manter cotas entre 2% e 5% do total de empregados”, complementa Aires. Além disso, a Lei dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social.

Destaques da programação

 

A Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência traz logo no primeiro dia o desfile de moda  inclusiva,  no qual o ex-jogador de futebol e deputado federal eleito, Romário de Souza Faria e a filha Ivy irão participar. Os comentários estão sob responsabilidade da estilista Daniela Auler, criadora do Concurso de Moda Inclusiva, da Secretaria do Estado de São Paulo dos Direitos da Pessoa com Deficiência. A abertura das exposições será com a obra do renomado artista sergipano, Arthur Bispo do Rosário, com o tema “Obraviva” – Sonho e Realidade.

 

No segundo dia de atividades, haverá a abertura do VI Fórum Senado Debate Brasil com o tema “Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência nos Planos Nacional e Internacional”. Em seguida, o capitão Nelson Leoni faz palestra sobre o livro “Haiti: uma lição de vida”. O militar já aposentado devido a um grave acidente ocorrido durante a Missão de Paz do Brasil, no Haiti conta como sobreviveu a um tiro de fuzil.

 

No último dia, a agenda fica por conta dos balanços e conclusões obtidas durante o VI Fórum Senado Debate Brasil com apresentação dos atletas do Comitê Paraolímpico Brasileiro e com show das bandas Toque EspecialTribo de Jah.

 

Veja abaixo a programação do evento:

7 de dezembro – 3ª feira

14h – Sessão Solene de Abertura da VI Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência.

Local: Plenário do Senado Federal

18h – Abertura da Exposição “Obraviva – Sonho e Realidade”, do artista plástico Arthur Bispo do Rosário.

Local: Salão Branco do Congresso Nacional

19h – Desfile de Moda Inclusiva, com a presença de atores da Rede Globo, do jogador Romário e sua filha Ivy e com comentários da estilista Daniela Auler, criadora do Concurso de Moda Inclusiva, da Secretaria do Estado de São Paulo dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Coquetel.

Local: Salão Negro do Congresso Nacional

8 de dezembro – 4ª feira

9h às 18h – VI Fórum Senado Debate Brasil “Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência nos Planos Nacional e Internacional”.

Local: Auditório do Interlegis

Local: Salão Negro do Congresso Nacional

15h – Apresentação das peças “Cabrocha” e “Elvis Presley”, do Grupo “Eu

Danço”.

16h – Palestra “Haiti: uma lição de vida”, com o capitão Nelson Dias Leoni – militar ferido durante a Missão de Paz do Brasil no Haiti.

17h – Apresentação da banda “Soul Washing Machine”, de Rodrigo Han.

17h30 – Palestra “Universo Perfeito e Não Perfeito”, de Andrea Schwarz e Jaques Haber, consultores em Inclusão de Pessoas com Deficiência no Mercado de Trabalho.

Coquetel e autógrafos dos livros – distribuição gratuita.

9 de dezembro – 5ª feira

9h às 18h – VI Fórum Senado Debate Brasil “Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência nos Planos Nacional e Internacional”.

Local: Auditório do Interlegis

Local: Salão Negro do Congresso Nacional

15h – Apresentação dos atletas do Comitê Paraolímpico Brasileiro.

16h – Apresentação da banda “Toque Especial”.

19h – Apresentação da banda “Tribo de Jah”.

 

 

Sabina Simon pousa em Brasília e convida para performance fotográfica

A artista espanhola Sabina Simon vai passar por Brasília para fazer uma performance fotográfica. Aproximadamente 50 pessoas deverão participar.

A fotografia integra o projeto Claridade que ela iniciou em 2009 em Nova York. “Seguindo a linha conceitual, na qual questiono os excessos da imagem e o sentido da visão, as pessoas terão suas cabeças cobertas por um tecido branco que lhes impeça ver.” Explica a artista.

Todos os candangos estão convidados a participar. Basta enviar um e-mail para a artista confirmando presença para a performance que acontecerá no próximo domingo, 2 de maio, no Museu Nacional da República, às 15 horas.

Quem puder, repasse essas informações e apareça lá. O e-mail de Sabina é lasabisima@yahoo.es e quem tiver interesse em conhecer trabalho basta acessar o endereço dela na internet: http://www.sabinasimon.com.

Brasília recebe exposição dos Gêmeos (in N.R.D.R.)

Tem muito tempo que sempre ameaço de aparecer por aqui e nunca dou o ar da minha graça. Mas, dessa vez eu cheguei e trago uma dica de muito bom gosto para os brasilienses apreciadores das artes mais irreverentes. O novo trabalho dos irmãos Gustavo e Otávio Pandolfo, ou mais popularmente conhecidos como “Os Gêmeos”: a exposição “ Vertigem”.

O trabalho faz jus ao nome, ainda mais porque as obras são interativas com os visitantes. A exposição é original até pelo local, um cubo localizado no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil – Brasília). Assim que atravessa a porta do pavilhão de vidro, que foi todo pintado para receber a mostra, o visitante é recebido por um rosto gigante da cor amarela.

O trabalho é mais personalizado do que se imagina, a cada localidade que os irmãos seguem, Vertigem é modificada. Em Brasília as obras tendem ser amarelas. Madeira, materiais reciclados, música e poesia resumem bem o objetivo dos Gêmeos.  Um grande painel ao fundo do cubo faz você viajar olhando de longe. Uma mistura de ilusão de ótica com impressão 3D.

São pequenos retalhos da vida cotidiana. Um casebre bem aconchegante com iluminação especial, onde podem entrar até 3 pessoa por vez para sentarem-se no sofá, admirarem a decoração peculiar e os objetos guardados em lugares ‘estranhos’.  Tem também um fusquinha que mais parece um ‘ninho de amor’, mas aí o aproveitamento é só de entrar e sentar. Por fora, alguns instrumentos musicais deixam o veículo ainda mais próximo do espectador.

Um submarino folheado a latas de tinta se destaca pela tecnologia. Tem que conferir para saber o que é. Mas a grande surpresa é uma cabeça de ‘miolo’ mágico.  A exposição aproxima o público do surreal, faz do imaginário uma realidade muito presente.

Em Brasília desde o último dia 2, a exposição Vertigem pode ser visitada até o dia 16 de maio de 2010 no Pavilhão de Vidro do Centro Cultural Banco do Brasil em Brasília (próximo à Ponte JK) de 9h às 21h. A entrada é franca e a diversão garantida!

*Créditos da imagem: Portal do Rap Nacional

(Resenha escrita para o blog http://narotadorock.com)